1 - Formação do Acervo de Cultura de Paz

on .

 

O acervo de Cultura de Paz é composto desde obras infantis, até obras científicas, de cunho teórico e de aplicação prática.  Há muitas obras, cartilhas, vídeos disponíveis para download que possibilitam o acesso, a socialização e a realização de atividades diversificadas nas bibliotecas, escolas e outros ambientes. 

Os oito eixos temáticos propostos pela ONU demonstram a ampla abrangência  da Cultura de Paz: 

    - Cultura de Paz através da Educação;

    - Economia Sustentável e Desenvolvimento Social;

    - Compromisso com os Direitos Humanos;

    - Equidade entre os gêneros;

    - Participação democrática;

    - Compreensão – Tolerância - Solidariedade;

    - Comunicação Participativa e Livre Fluxo de Informações / Conhecimento;

    - Paz e Segurança Internacional. 

 

2 - Relação parcial de obras sobre Cultura de Paz: 

 

Há outras obras que não colocamos nesta relação, por se tratar de início do trabalho e, por outro lado, deve haver  muitas obras que ainda  desconhecemos.

Abaixo listaremos obras de diversas tendências que tenham relação com a temática de “Paz”, no seu sentido amplo. 

 

Cultura de Paz - Cristina Von; Editora Peirópolis.

A Paz Como Caminho - Dulce Magalhães ; Qualymark. 

Aprender a educar para a paz - Marcelo R. Guimarães: Editora Rede da Paz 

A paz também se aprende - Naomi Drew ; Editora Gaia. 

Uma arte de viver e conviver - Escola de Perdão e Reconciliação - CDHEP – Centro   Direitos Humanos e Educação Popular de Campo Limpo (  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.   Tel 11- 5511 9762 

Cidadãos do presente: crianças e jovens na luta pela paz - M.R.Guimarães:Saraiva. 

Vamos Ubuntar - Um convite para cultivar a paz. Lia Diskin; UNESCO,VALE, Palas     Athena . ( disponível para download no site www.palasathena.org.br( materiais pedagógicos). 

O Tao da Paz. Diane Dreher; Editora Campus 

A paz começa com você. Ken O`Donnel. Editora Gente.

 - A arte de viver em paz. Pierre Weil; Editora Gente. 

Processos Circulares.Kay Pranis: Editora Palas Athena 

Os construtores da Paz. M. Tereza Maldonado: Editora Moderna. 

- Ética,valores humanos e transformação.Lia Disken et al.: Peirópolis 

- Educar para a paz em tempos difíceis. Xésus Jares; Palas Athena.

- A Paz é o Caminho. Deepak Chopra: Editora Rocco 

- Primeiro Passo Para a Paz . Masanobu Taniguchi ; Seicho-no-ie do Brasil. 

Comunicação Não-Violenta. Marshall B. Rosenberg: Editora Ágora. 

Cultura da Paz – educação do novo tempo . Marcelo Pelizzoli.

 Não-violência na Educação . Ed. Palas Athena. 

-Previna o Bullying- jogos para uma Cultura de Paz. Simão de Miranda e Miriam     

  Dusi:  Papirus. 

- UNESCO: Escola de Paz; Escola e Violência; Violência nas escolas e políticas  públicas; Desafios e alternativas:violência nas escolas 

Documentos Internacionais sobre Cultura de Paz

Carta da Terra
Carta Européia da Água
Declaração de Princípios sobre a Tolerância
Declaração do Parlamento das Religiões do Mundo
Declaração e Programa de Ação sobre uma Cultura de Paz
Declaração sobre Paz na Mente dos Homens
Declaração Ubuntu
Declaração Universal dos Direitos Humanos
Declaração Universal sobre a Diversidade Cultural
Kit UNESCO para uma Cultura de Paz
Relatório da ONU sobre progressos na Década Internacional para a Cultura de Paz
Relatório Dellors
Estes e outros documentos internacionais estão disponíveis para downloud em:
www.comitepaz.org.br/index.php/documentos-internacionais

 

  

Obras e artigos com fundamentação científica:

 

Educação Para A Paz – sentidos e dilemas. Marcelo Rezende Guimarães- EDUCS

    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.   ( obra fruto de pesquisa de doutorado)- Visão abrangente, analítica  e aprofundada dos movimentos de Cultura de Paz . 

- Cultura de Pedagogia da Convivência: Ação e Políticas Públicas- Cenários e horizontes da ação global e local. Hamilton Faria : Polis (disponível para downloa  www.polis.org.br/uploads/537/537.pdf ) 

- A construção da Cultura de Paz Através de Práticas Restaurativas nas Escolas de Porto Alegre: Desafios e Perspectivas .

Pesquisa Científica de Patrícia Krieger Grossi, Beatriz Gerhenson Aguinsky, Andréia Mendes dos Santos . Disponível para download : http://www.pitangui.uepg.br/nep/biblioteca/Paz.restaurativa.pdf 

Educação Para A Paz – sentidos e dilemas. Marcelo Rezende Guimarães- EDUCS

    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.   ( obra fruto de pesquisa de doutorado)- Visão abrangente, analítica  e aprofundada dos movimentos de Cultura de Paz . 

 

 Mediação de Conflitos:

 

Mediação de Conflitos- pacificando e prevenindo a violência - Malvina Muzskat org:

   Summus Editora. 

Guia prático de mediação de conflitos em famílias e organizações - Malvina Ester  

   Muszkat; Summus Editorial. 

Disciplina Restaurativa para Escolas - Lorraine Stuzman Amstutz: Palas Athena. 

Transformação de Conflitos - John Paul Lederach: Editora Palas Athena. 

Trocando as lentes- um novo foco sobre o crime e a Justiça Restaurativa - Howard Zehr: Editora Palas Athena.

O Projeto Justiça 21 – Instituindo Práticas Restaurativas dispõe de um Kit de materiais didáticos e operacionais desenvolvidos com o objetivo de “ promover as práticas da Justiça Restaurativa como estratégia de pacificação de violências envolvendo crianças e adolescentes.”

Informações para adquirir o kit e outros atendimentos poderão ser obtidas pelo site: www.justica21.org.br e e-mail  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  

 

Sustentabilidade 

- Gestão para Sustentabilidade - desenvolver, educar e viver em um mundo de transição. Rodrigo Costa da Rocha Loures: Editora Gente.

- Pedagogia da Terra. Moacir Gadotti: Editora Peirópolis.

- 40 Contribuições Pessoais para a Sustentabilidade. Genebaldo Freire Dias: Editora Gaia

 Consumismo Infantil: na contramão da sustentabilidade ( Ver adiante obras para download)

- Compra Sustentável ( Ver adiante obras para download)

  

Algumas Obras Infantis:

 

- Tempos de PazK. Sholes e R.Ingpen. Global

Os heróis em: viva a paz.Beatriz Cunha. Evoluir

Uma escola assim, eu quero pra mim. Elias José. FTD

Ninguém é Igual a Ninguém . Regina Otero e Regina Rennó; Editora do Brasil

Apelido não tem cola. - Regina Otero e Regina Rennó; Editora do Brasil.                                                                           

Um mundinho de paz - Ingrid Bellinghasen: Ed DCL Difusão Cultural

 

Gibis Pedagógicos:  

- Uma turminha pela Paz em Caminhada pela Paz - Luis Cláudio Galhardi/ Naudemar Nascimento; Londrina Pazeando.

- Uma turminha pela Paz – Desarmamento: uma mudança de mentalidade -  Luis Cláudio Galhardi/Elvis Vinicius; Londrina Pazeando.

Uma história de "outro" Mundo. - Pazear é possível ! - Luis Claudio Galhardi/Marcelo Kioyassu Nakasse/Lucas Shimada Rodrigues: Londrina Pazeando.

-  A importância do diálogo na Construção da Paz - Justiça Restaurativa - Luis Claudio Galhardi / Lucas Shimada Rodrigues/Marcelo Kioyassu Nakasse; Londrina Pazeando

 

Cartilhas

Paz como se faz  - Lia Diskin/Laura Roizman .

Cultura de paz: Redes de Convivência

 Consumismo Infantil: na contramão da sustentabilidade

 (Ver adiante obras para download)

 

Jogos Cooperativos: 

A Editora Projeto Cooperação dispõe de obras especializadas sobre Jogos Cooperativos. Ver relação:

http://www.cultpaz.com.br/web/index.php/cultura-de-paz-2/educacao-para-paz?start=25 

 

3 - Saiba mais sobre algumas obras:

  

Educação para a Paz: Sentidos e Dilemas. Marcelo Rezende Guimarães.

Editora da Universidade de Caxias do Sul

"Educação para a paz - sentidos e dilemas"é o mais completo trabalho sobre o tema já escrito no Brasil. Resultado de uma investigação cuidadosa e do relato da experiência vivida junto aos movimentos e as organizações que lutam em favor da paz mundial, este livro combina de maneira exemplar vida, engajamento e reflexão. Uma das grandes contribuições está justamente em mostrar como podemos pensar e viver a paz instaurando uma cultura de paz num mundo marcado pela indiferença e pela banalização da violência.

Marcelo Rezende Guimarães, doutor em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul,  coordenou a ONG Educadores para a paz e foi co-coordenador do Núcleo de Estudos de Paz da PUCRS, Membro do Conselho Editorial do "Journal of Peace Education". É autor dos livros "Cidadãos do presente: crianças e jovens na luta pela paz" e "Um novo mundo é possível", além de ter escrito inúmeros artigos sobre a temática de educação para a paz.
O livro pode ser adquirido pelo telefone: (54) 3218-2197 ou pelo e-mail  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

A Paz Também se Aprende.  Naomi Drew; Editora Gaia

. "A Paz Também se Aprende", de Naomi Drew, consegue provar exatamente isso: que a paz pode ser aprendida. E o conceito fundamental que este livro desenvolve é o de que a paz mundial começa com cada um de nós.
Seguindo os passos concretos indicados neste livro, poderemos afastar as guerras de nossas vidas e viver definitivamente em paz. O plano  da obra estimula e facilita a busca de novas soluções para os problemas que afligem a todos, e, cientes de que a paz começa no indivíduo, devemos assumir um compromisso com a não violência .

A obra contém um programa de educação para a paz,  com técnicas e exercícios pedagógicos que orientam e facilitam o trabalho de  pais, professores e orientadores em geral. É resultado de estudo e experiência docente da autora, cuja meta é discutir estratégias e atividades  voltadas para a formação de pessoas pacíficas e comprometidas com a construção de um mundo pacífico.

 

A Paz Como Caminho - Dulce Magalhães ; Qualymark.

 

 Qual o paradigma que regula nossa visão de mundo? Será o mundo fruto do que pensamos? Se mudarmos nossa forma de pensar e ver a realidade, esta também se modificará? A experiência compartilhada deste livro responde a estas e outras questões intrigantes.
Mudar de mundo é mudar de olhar. Aqui oferecemos um convite e um espaço para a mudança do mundo que cada um habita, esse universo interior de sensações e sentimentos que modelam toda a realidade ao redor. A partir desta transformação, todas as outras serão viáveis e acessíveis.

  

4 - Obras para download: 

Há muitas obras para download que podem ser impressas e disponibilizadas no stand.

Pode-se também imprimir cópias da relação de obras de Cultura  de Paz, com os respectivos links, e deixar no stand para quem quiser levar para casa.

 

- Conteúdos do Comitê de Cultura de Paz e não Violência

Documentos internacionais e todos os fóruns realizados pelo comitê.

 

Paz, como se faz ?- Lia Diskin e Laura Gorresio Roizman

Essa cartilha, escrita por Lia Diskin e Laura Gorresio Roizman, tem como principal objetivo o desenvolvimento da criatividade, do diálogo e da aceitação do outro como estratégia educativa para a construção de uma Cultura de Paz. Para transformar os valores da Cultura de Paz em realidade na vida cotidiana, as autoras apostam na educação para criar e incentivar processos inclusivos na juventude.

A cartilha apresenta textos teóricos baseados nos quatro pilares da Educação do futuro - aprender a conhecer, a fazer, a viver junto e a ser - e nos seis princípios do Manifesto 2000 da UNESCO - respeitar a vida, ser generoso, ouvir para compreender, redescobrir a solidariedade, rejeitar a violência e preservar o planeta.

Sugere também muitas atividades voltadas principalmente para o público jovem,como jogos, dinâmicas de grupo, espaço de leituras, artes manuais, discussão sobre os meios de comunicação e outros. Download:

http://www.palasathena.org.br/cont_pedagogico_detalhe.php?pedagogico_id=6

  

- Vamos Ubuntar ? Um convite para cultivar a paz- Lia Diskin

A obra Vamos Ubuntar, da autora Lia Diskin, foi publicada pela UNESCO, Fundação Vale e Fundação Palas Athena.

Ubuntupalavra africana, significa "sou quem sou por aquilo que todos somos". Ela exprime o reconhecimento de um vinculo universal que conecta toda a humanidade.

Além dos conceitos teóricos, a obra traz sugestões para reflexão e diálogo em grupo, exemplos de ações exitosas e fontes de pesquisa.

Temas como inclusão social e educação para o século XXI, a paz na voz das culturas, a paz como cultura, novas tecnologias de convivência são apresentados entre outros.

Esta obra faz parte da coleção Abrindo Espaços: educação e cultura para a paz

Disponível na íntegra e para download:

http://unesdoc.unesco.org/images/0017/001785/178540por.pdf

 

Cultura de Paz – redes de convivência- Lia Diskin

Aspectos conceituais e 10 ações permanentes desenvolvidas no Brasil com foco nos princípios e valores de uma Cultura de Paz formam o conteúdo da cartilha Cultura de Paz – redes de convivência, escrita pela Profa. Lia Diskin e publicada pelo Senac São Paulo.

Esta publicação é mais um instrumento de formação de lideranças e agentes de desenvolvimento local das comunidades em que o Senac atua, com distribuição gratuita e disponível para download pela internet nos sites da Palas Athena, do Comitê Paulista para a Década da Cultura de Paz e do próprio Senac.

 http://www1.sp.senac.br/hotsites/gd4/culturadepaz/

 

- Abrindo Espaços- Educação e Cultura para a Paz. MarlovaJ.Noleto, Mary Garcia Castro,Miriam Abramovay: Editora da UNESCO; Brasília

Edição revisada do livro texto do programa, que inclui referências conceituais e institucionais, como ainda o histórico de sua implementação desde o início, em 2000.

 

Acesse o site da UNESCO para saber mais informações e baixar gratuitamente:

 

http://www.unesco.org/new/pt/brasilia/about-this-office/single-view/news/abrindo_espacos_educacao_e_cultura_para_a_paz_4ed/

 

 
-
Consumismo Infantil: na contramão da sustentabilidade


http://criancaeconsumo.org.br/wp-content/uploads/2014/05/Consumismo-Infantil.pdf

 

 

 

 -  Carta da Terra

http://www.ebooksbrasil.org/adobeebook/cartadaterra.pdf

 

 

 

 

 

-Carta da terra para Crianças

http://www.sunnet.com.br/biblioteca/apresentacoes/CTparacriancasNAIA.pdf 

 

 

 

 

 

 

 

A Cartilha da Inclusão Escolar é um trabalho de muitas mãos, realizado pela Comunidade Aprender Criança e lançada no Congresso Aprender Criança, que ocorreu de 15 a 17 de Agosto de 2014, em Ribeirão Preto.

www.abpp.com.br/sites/default/files/Cartilha%20da%20Inclusao%20Escolar%20para%20sites.pdf

 

Algumas obras disponíveis no site da UMAPAZ :

www.prefeitura.sp.gov/cidade/secretarias/meio- ambiente/umapaz/biblioteca_umapaz/index.php?=231434

 

- Práticas integrativas no Carta da Terra em Ação
- Manual de mediação de conflitos socioambientais
-Vidas inspiradoras
- Carta da terra
- Dicionário da Paz
- Lições da árvore
- Jogo da minhoca – material didático

 

Documentos disponíveis no site da FEBAB :

www.febab.org.br/traducoes/

 

- Acesso e Oportunidade Para Todos- Como as bibliotecas contribuem para a agenda 2030 das Nações Unidas

- As bibliotecas podem promover a implementação da agenda 2030 – Objetivos do Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas

 

 

Gibis Pedagógicos:

Disponíveis para download no site www.londrinapazeando.org.br

            

-Uma turminha pela Paz - Caminhada pela Paz- Luis Cláudio Galhardi/ Naudemar Nascimento; Londrina Pazeando.

- Uma turminha pela Paz - Desarmamento: uma mudança de mentalidade - Luis Cláudio Galhardi/Elvis Vinicius; Londrina Pazeando

- Uma história de "outro" Mundo. - Pazear é possível ! - Luis Cláudio Galhardi/ Naudemar Nascimento; Londrina Pazeando.    

-  A importância do diálogo na Construção da Paz - Justiça Restaurativa - Luis Cláudio Galhardi/ Naudemar Nascimento; Londrina Pazeando.

 

Conteúdos do movimento Imagens e Vozes de esperança- IVE

O movimento "Images and Voices of Hope" ( IVOH) surgiu em Nova Iorque em 1999, a partir da reflexão sobre o impacto social que homens e mulheres de comunicação exercem em nossa sociedade mediante as imagens e palavras que escolhem transmitir no exercício de sua vida profissional.

No Brasil passou a chamar-se Imagens e Vozes de Esperança.- IVE.

No guia do movimento pode-se conhecer os propósitos e princípios que norteiam o IVE, métodos e informações de como se engajar no movimento.

Acesse:
www.ive.org

-Compra Sustentável: A força do consumo público e empresarial para uma economia verde e inclusiva

Publicação aborda contribuição das compras públicas e empresariais para a sustentabilidade.

Editado pelo Centro de Estudos em Sustentabilidade da Escola de Administração de Empresas de São Paulo (GVces/EASP) em parceria com o a associação ICLEI (Local Governments for Sustainability).

O conteúdo, que pode ser acessado no site do GVces, estimula o consumo mais sustentável do governo e do setor privado, incentivando desde a compra de produtos certificados e dentro da legalidade social e ambiental, até a popularização de soluções mais eficientes.

 http://www.akatu.org.br/Temas/Sustentabilidade/Posts/Livro-Compra-Sustentavel-esta-disponivel-para-download

 

Obras com fundamentação científica:

 

- Cultura de Pedagogia da Convivência: Ação e Políticas Públicas- Cenários e horizontes da ação global e local. Hamilton Faria : Polis

  www.polis.org.br/uploads/537/537.pdf 

- A construção da Cultura de Paz Através de Práticas Restaurativas nas Escolas de Porto Alegre: Desafios e Perspectivas

Pesquisa Científica de :Patrícia Krieger Grossi, Beatriz Gerhenson Aguinsky, Andréia Mendes dos Santos.

http://www.pitangui.uepg.br/nep/biblioteca/Paz.restaurativa.pdf 

- Cultura de Paz - Estratégias, Mapas e Bussolas.pdf

http://www.londrinapazeando.org.br/downloads/livropnv/PNV-CulturadePaz-EstrategiasMapaseBussolas.pdf

 - Fóruns do Comitê de Cultura de Paz

www.comitepaz.org.br

 

 

5 - Aquisição das obras 

1 - Primeiramente pode-se fazer uma pesquisa pela internet e em livrarias para tomar um primeiro contato com as obras e verificar o tipo de cada uma. 

É recomendável fazer contato com alguma organização focada em Cultura de Paz para uma troca de idéias e seleção das obras mais adequadas para o início do trabalho, dependendo do tipo de público alvo. (ver adiante o item "sites especializados de Cultura de Paz").

A coordenação do Guaxupaz se disponibiliza para contato. 

2- Estabelecer contato com editoras e organizações de Cultura de Paz, para solicitar possíveis doações ( livros, cartilhas, folhetos, panfletosinformações a respeito). 

3- Impressão de obras disponíveis para download. 

4- Impressão de listagem de links  de obras para download para distribuir aos interessados. 

5  - Inclusão de obras de Cultura de Paz na relação geral de compras de livros para a biblioteca ( quando existe possibilidade de compra).        

 

6 - Montagem do stand

 

Visibilidade: é aconselhável que o acervo de Cultura de Paz,  para o qual se quer chamar atenção e atrair leitores, seja destacado dos demais livros e tenha visibilidade. 

Inicialmente, poderá ser disposto em uma estante, de preferência  do tipo em que as capas dos exemplares fiquem de frente. 

Com o desenvolvimento do trabalho , havendo mais material a ser exposto, providencia-se outra estante. 

Afixar uma plaqueta de identificação da seção: “Cultura de Paz”. 

Classificação: Quando já houver um número de obras/produtos  que justifique  classificação, poder-se-á fazê-la  de diferentes modos:

 - Por eixos temáticos; 

- infantis; 

- didáticas; 

- acadêmicas; 

- vídeos; 

- pasta de músicas ; 

- organizações de Cultura de Paz; 

- pacificadores; 

- documentos, declarações e similares; 

- outras opções. 

Listagem para  controle e pesquisa:  para facilitar a consulta dos interessados e o controle das obras emprestadas recomenda-se que seja feita uma relação das obras que compõem o acervo. Se houver classificação das obras, a relação ficará  mais funcional.

 

6 - Montagem do stand

Visibilidade: é aconselhável que o acervo de Cultura de Paz, para o qual se quer chamar atenção e atrair leitores, seja destacado dos demais livros e tenha visibilidade.
Inicialmente, poderá ser disposto em uma estante, de preferência do tipo em que as capas dos exemplares fiquem de frente.
Com o desenvolvimento do trabalho , havendo mais material a ser exposto, providencia-se outra estante.
Afixar uma plaqueta de identificação da seção: “Cultura de Paz”.

 

Classificação: Quando já houver um número de obras/produtos que justifique classificação, poder-se-á fazê-la de diferentes modos:

 


- Por eixos temáticos;
- infantis;
- didáticas;
- acadêmicas;
- vídeos;
- pasta de músicas ;
- organizações de Cultura de Paz;
- pacificadores;
- documentos, declarações e similares;
- outras opções.

 


Listagem para controle e pesquisa: para facilitar a consulta dos interessados e o controle das obras emprestadas recomenda-se que seja feita uma relação das obras que compõem o acervo. Se houver classificação das obras, a relação ficará mais funcional.