Promovendo a Cultura da Sustentabilidade

on .

 O que se pode pode fazer :
- Ler, entender, compartilhar, trocar idéias sobre os diversos aspectos da  Cultura da  Sustentabilidade  ( Pedagogia da Terra, Ecopedagogia) , Carta da Terra, Agenda 21e outras fontes de informação).

- Facilitar a circulação de livros, revistas, vídeos, indicação de sites específicos sobre o tema, consultas na internet. Formar um acervo nas bibliotecas e escolas, para uso docente, discente e comunidade.

- É preciso que os educadores de todas as disciplinas desenvolvam a consciência e a cultura ecológica para  que tenham condições de procederem com os estudantes a leitura crítica dos fatos noticiados na mídia.

- Convidar outros educadores e pessoas interessadas a formarem um grupo de interesse sobre o tema.

A mídia como recurso de conscientização

Para que a Cultura da Sustentabilidade possa alcançar mais rapidamente e com maior abrangência a população é imprescindível o empenho da mídia, não só com matérias factuais, mas, principalmente, contextualizando os fatos, aprofundando as questões com a colaboração de especialistas,  apresentando soluções bem sucedidas, dando apoio a campanhas de conscientização e participação popular.

O foco principal do jornal é o noticiário do momento presente. Portanto, a leitura jornalística pode ser um recurso para desenvolver a consciência do momento presente, do onde estou, como está o meu entorno, o que repercute em mim e criar a força decorrente dessa consciência.

Seja qual for a editoria, se o editor estiver engajado, poderá contribuir para a cultura da sustentabilidade, nem se for passando pautas e colaborações para outros seções.
Na editoria de Artes/Entretenimento/Cultura podem ser focados lançamentos de livros, revistas, filmes, vídeos, músicas, pintura... que abordem o tema.
Na editoria de Economia, Política , Polícia podem ser analisados aspectos  que estejam comprometendo a sustentabilidade social.
Até as charges são recursos para alertar e chamar atenção sobre questões insustentáveis.

Boas matérias abordando os múltiplos aspectos da sustentabilidade são necessárias para serem utilizadas no processo educativo escolarizado e para a educação dos leitores em geral, inclusive dos gestores públicos e representantes legais da população.

Para isso, é importante que haja o incentivo e colaboração das lideranças, pessoas comprometidas com a responsabilidade social, fornecendo à redação do jornal, opiniões especializadas, sugestões de pautas, fontes de consulta, indicação de especialistas para entrevistas, reivindicações da comunidade.


Use o jornal para estar por dentro e para agir

1 - Incentive os estudantes a criarem o hábito de se informarem sobre o que está acontecendo na cidade e região em relação ao desenvolvimento sustentável. O que está comprometendo o desenvolvimento sustentável e requer  providências?

2 - Há no jornal informações sobre providências por parte do poder público ou de outros responsáveis pela questão? Se não há é preciso considerar:
- Não há porque realmente não foram tomadas ou
- Há a possibilidade de haver e não terem sido noticiadas.
Nestes casos, os leitores responsáveis poderão solicitar esclarecimento à redação do jornal e sugerirem a elaboração de nova matéria.

Como afirma o Prof. Marcel Cheida, "a notícia pode revelar ou ocultar" . E aí se encontra o desafio do aprendizado crítico.”

3 - A escola poderá ter um projeto de Cultura da Sustentabilidade envolvendo várias atividades, como por exemplo:
- Formação de equipe multidisciplinar de professores interessados em trabalhar notícias sobre o tema, observando o grau de importância que o jornal está dando aos fatos e analisando-os com a perspectiva de cada disciplina.

- Confecção de um painel grande ( em lugar de fácil acesso) dividido em duas partes : Sustentabilidade em Alta / Insustentável ( ou outros indicadores
similares). No decorrer da semana/mês  serão coladas no painel as notícias publicadas .Ao final de cada mês, deverá ser feito um balanço para se avaliar a situação da cidade/região.
- Analisar se aconteceram fatos ou existam situações (positivas ou negativas) que o jornal não publicou.
- Acervo de matérias de jornais/revistas com classificação de temas sobre Desenvolvimento Sustentável.

- Murais atrativos chamando atenção sobre as coisas que estão dando certo ou que precisam ser solucionadas.

- Criação de músicas/poemas dando seu recado.

-Organização de campanhas e pesquisas na escola e bairro para conscientização sobre problemas que estejam em evidencia no jornal ou que precisam receber a atenção do jornal.

- Utilização do espaço no jornal destinado aos leitores para publicação  das opiniões e reivindicações de consenso da comunidade escolar ou do bairro.

- Confecção de charges enfocando questões publicadas.

- Criação de charge pelos estudantes sobre problema da comunidade e encaminhamento ao jornal.

- Elaboração de produções atrativas sobre o tema para publicação no jornal escolar ou comunitário.

- Muitas outras a serem criadas...

Indicação de Leitura:

- Moacir Gadotti. Pedagogia da Terra. Editora Peirópolis.             

- A obra 40 Contribuições Pessoais para a Sustentabilidade , autoria de Genebaldo Freire Dias, Editora Gaia, além do conteúdo que apresenta , é um incentivo para a elaboração de novos projetos.